Pacotes de luxo para assistir ao GP de São Paulo de Fórmula 1 podem ultrapassar R$ 50 mil por pessoa

Mark Thompson/GP de São Paulo/Getty Images

Mark Thompson/GP de São Paulo/Getty Images

Opções incluem ingressos em áreas VIP do GP de São Paulo, hotéis cinco estrelas, idas até Interlagos de helicóptero e concierge 24 horas

O Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1 é um dos maiores eventos esportivos internacionais da capital paulista (e do Brasil) anualmente, com grande atração de público e de receita para a cidade – especialmente nos setores de hotelaria, serviços e geração de empregos. De acordo com as expectativas da prefeitura para este ano, a edição terá um impacto financeiro de R$ 670 milhões para São Paulo, com a criação de cerca de 8 mil postos de trabalho temporários. Cancelada em 2020 por conta da pandemia da Covid-19, ela está prevista para voltar a ocorrer agora em novembro.

Inicialmente marcada para o primeiro fim de semana do mês, a prova foi adiada para os dias 12, 13 e 14 de novembro, com a justificativa de que a proximidade com o feriado da Proclamação da República (15) poderia expandir em até 25% a receita do evento, segundo o governador João Doria. Com a novidade de uma corrida extra no sábado (13) – a “sprint race”, que estabelecerá o grid de largada da corrida no domingo -, a edição deve ser realizada com 100% da capacidade de espectadores do autódromo de Interlagos (a expectativa é receber 180 mil pessoas nos três dias), mediante comprovante de vacinação e uso obrigatório de máscaras.

VEJA TAMBÉM: 10 pilotos mais bem pagos da Fórmula 1 em 2021

Com áreas VIP de alto luxo e ingressos que podem chegar a R$ 30 mil, uma das fases decisivas do circuito anual da F1 e a única sediada na América do Sul costuma atrair público de todos os cantos do Brasil e do mundo. De acordo com uma pesquisa do Observatório do Turismo, da SPTuris, a edição de 2019, por exemplo, teve 65% do público composto por turistas de outras cidades, estados e países – no total, quase 14% deles eram estrangeiros, especialmente latinos. 

A tendência permanece em 2021: segundo Renan Richter, CEO da agência de turismo esportivo HS Sports Travel, revendedora oficial de pacotes de viagem para o GP de São Paulo, a maior procura por opções de luxo vem de clientes do Paraguai e dos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. 

Entre as alternativas para quem quer o máximo de conforto, são três tipos de área VIP no evento: o Paddock Club, a área mais exclusiva do autódromo, logo em cima dos boxes de equipe, com open bar e food, ingresso a partir R$ 24 mil e presença de celebridades, empresários e autoridades; o Orange Tree Club (a partir de R$ 5.300) e o Grand Prix Club (R$ 12.800), ambos cobertos e com serviços de open bar e buffet. 

Segundo Richter, o valor médio para quem escolhe um pacote da HS com o Paddock é de R$ 45 mil por pessoa, com ingressos para os três dias da corrida, hospedagem em hotéis de alto padrão e deslocamento em carros blindados ou helicópterosem um dia de trânsito intenso, o trajeto da região central da cidade até o autódromo pode chegar a duas horas. 

Confira na galeria de fotos a seguir alguns tipos de pacotes de luxo oferecidos para aproveitar o GP de São Paulo:

GP de São Paulo/Reprodução
GP de São Paulo/Reprodução
GP de São Paulo/Reprodução
GP de São Paulo/Reprodução

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Pacotes de luxo para assistir ao GP de São Paulo de Fórmula 1 podem ultrapassar R$ 50 mil por pessoa apareceu primeiro em Forbes Brasil.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.