• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Unicamp 2024: primeiro dia da 2ª fase do vestibular tem abstenção de 7,8%


Universidade Estadual de Campinas registrou índice pouco superior ao do ano anterior, mas comissão organizadora destacou aumento da base de convocados. Dos 13,4 mil candidatos, 1.043 não compareceram. Processo seletivo será encerrado nesta segunda (4). Com o forte calor, candidatos da 2ª fase do vestibular 2024 da Unicamp já entram nos locais de prova logo após a abertura dos portões
Bárbara Marques
O primeiro dia de provas da 2ª fase do vestibular 2024 da Unicamp terminou com abstenção de 7,8%, segundo a comissão organizadora (Comvest). Dos 13.447 convocados, 1.043 deixaram de comparecer. O percentual registrado neste domingo (3) é um pouco superior ao registrado no ano anterior (7,6%). Processo seletivo será encerrado nesta segunda (4).
Diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto avaliou o resultado como um cenário de estabilidade, uma vez que houve aumento na base de estudantes convocados nesta edição
“Importante destacar que no ano anterior tivemos 11.739 pessoas fazendo a prova no primeiro dia da segunda fase e, nesse domingo, passamos para 12.404 presentes. Isso demonstra engajamento, comprometimento e, claro, temos a expectativa de ter bons resultados na seleção”, disse.
Prova tem Glória Maria, ChatGPT e ‘Alice’; veja temas de redação
Veja como foi a movimentação dos estudantes neste domingo
Família vai em peso dar apoio a jovem na 2ª fase: ‘dá confiança’

Além de Campinas e São Paulo, a prova foi aplicada em 15 cidades do interior paulista, e nas capitais Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Fortaleza (CE) e Salvador (BA).
A capital paranaense, aliás, foi a que registrou maior índice de abstenção, com 37,8%. José Alves destacou que o resultado foi explicado pela realização de um vestibular estadual. Em Curitiba (PR), 74 dos 119 convocados compareceram.
Por outro lado, outras capitais tiveram diminuição na abstenção, como Fortaleza (CE), que caiu de 14,4% para 8,6% neste ano, e Salvador (BA), que registrou apenas 5,9%.
Já o menor índice foi aferido em Piracicaba, com 3,6% – 345 dos 358 candidatos compareceram.
Índice de abstenção por cidades
Piracicaba: 3,6%
Jundiaí: 4,0%
São Carlos: 4,9%
Osasco: 5,8%
Salvador: 5,9%
São Paulo: 6,6%
Limeira: 7,1%
São José dos Campos: 7,1%
Campinas: 7,4%
Santo André: 7,5%
Sorocaba: 7,7%
Bauru: 8,0%
Fortaleza: 8,6%
Mogi Guaçu: 8,6%
Santos: 8,6%
Guarulhos: 9,3%
Ribeirão Preto: 10,3%
Belo Horizonte: 10,7%
São José do Rio Preto: 10,8%
Brasília: 12,9%
Presidente Prudente: 16,0%
Curitiba: 37,8%
Nesta edição, a Unicamp oferece 2.537 vagas em 69 cursos de graduação nos campi em Campinas (SP), Limeira (SP) e Piracicaba (SP).
Glória Maria, ChatGPT e ‘Alice’
Os estudantes que realizaram a primeira prova da 2ª fase do vestibular 2024 da Unicamp tiveram de escolher como temas de redação uma carta de denúncia de trabalho análogo à escravidão ou um discurso sobre refugiados.
Um texto de Glória Maria, e questões sobre ChatGPT, pronome neutro e ‘Alice no País das Maravilhas’ também foram abordadas.
📲 Participe do canal do g1 Campinas no WhatsApp
Candidatos ouvidos pelo g1 ao deixarem um dos locais de prova em Campinas (SP) classificaram que a dificuldade do exame, que contou com questões dissertativas de português, inglês e ciências da natureza, foi “média”.
Temas abordados
Nas propostas de redação, a proposta sobre os refugiados pedia aos candidatos escrevessem o discurso como se fossem delegados em uma simulação da ONU (Organização das Nações Unidas) – o texto de apoio trazia o discurso de um general contra imigrantes por questões raciais.
Já a outra proposta trazia a situação em que o estudante iria até a casa de um amigo, e percebia que havia uma pessoa em situação análoga a escravidão, morando com eles. O candidato tinha de fazer uma carta-denúncia.
Entre as questões, destaque para um texto da jornalista Glória Maria sobre “dororidade” numa analogia com sororidade e a literatura de Paulina Chiziane.
Já o ChatGPT apareceu em uma quesão de lingua inglesa, e tinha abordagem interdisciplinar com química.
Em relação a ‘Alice no País das Maravilhas’, que pela primeira vez integrou a lista de leitura obrigatória da Unicamp, a prova deste domingo explorou a complexidade da personagem em duas questões.
Sobre o uso de linguagem neutra, a prova abordou uma postagem do cantor Djavan que divulgava um show em Barcelona (Espanha), com inscrições em catalão, e acabou confudida por seguidores.
Entre os temas abordados na prova de ciências da natureza, a Unicamp abordou sobre um smartwatch que media a pressão diástole ou sístole por meio da reflexão da luz.
Microplástico no meio ambiente, neoliberalismo e meritrocaria, Cartola e a Escola de Samba Magueira, e também povos indígenas estiveram entre temas abordados em questões neste primeiro dia da 2ª fase.
2ª Fase
A segunda etapa do vestibular é composta por questões dissertativas e é dividida em dois dias.
Prova aplicada neste domingo (3):
Prova de Redação (composta por duas propostas de textos para que o candidato eleja e execute apenas uma proposta);
Prova de Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, com seis questões;
Prova interdisciplinar com duas questões de língua inglesa e duas questões interdisciplinares de Ciências da Natureza.
Conteúdo esperado nesta segunda-feira (4)
Comum a todos os candidatos: Prova de Matemática: com seis questões para os cursos das áreas de Ciências Exatas/Tecnológicas; quatro questões para os cursos das áreas de Ciências Biológicas/Saúde e quatro questões para os cursos das áreas de Ciências Humanas/Artes. Prova Interdisciplinar: com duas questões interdisciplinares de Ciências Humanas.
Candidatos da área de Ciências Biológicas/Saúde: prova de Biologia com oito questões e prova de Química, com seis questões.
Candidatos da área de Ciências Exatas/Tecnológicas: prova de Física, com seis questões e prova de Química, com seis questões.
Candidatos da área de Ciências Humanas/Artes: prova de Geografia, com seis questões; prova de História, com seis questões; prova de Filosofia, com uma questão e prova de Sociologia, com uma questão.
Vista aérea do campus da Unicamp, em Campinas (SP)
Reprodução/EPTV
Aprovados
A primeira lista de aprovados será divulgada em janeiro de 2024, com matrícula on-line entre os dias 30 e 31 do mesmo mês. O semestre letivo começa no mês de março e a Unicamp prevê até oito chamadas.
LEIA MAIS
Cadelinha levada para dar apoio a candidata rouba cena em local de prova: ‘companheira’
Paixão pela música japonesa influencia candidato a tentar vaga em linguística
Unicamp 2024: vestibular tem alta em candidatos pretos e pardos, de escola pública e optantes por cotas
Unicamp 2024: cresce número de inscritos fora de SP; veja quais cidades puxam alta
Unicamp: saiba quais são os 10 cursos mais concorridos no vestibular 2024
Cronograma 🗓
Provas de habilidades específicas (exceto Música): 7 a 8 de janeiro de 2023;
Divulgação da primeira chamada: 29 de janeiro de 2024;
Matrícula on-line da primeira chamada: 30 e 31 de janeiro de 2024;
VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no g1 Campinas.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.
 
  • New Page 1