• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Sindicato da Construção Civil de Caruaru realiza 16º Congresso de Saúde e Segurança do Trabalhador e Trabalhadora

Promovido pelo Sindicato da Construção Civil de Caruaru, em conjunto com o Movimento Luta de Classes, o 16º Congresso de Saúde e Segurança do Trabalhador aconteceu nos dias 29 e 30 de novembro. Mais de 100 trabalhadores e trabalhadoras da categoria se reuniram para debater a conjuntura, organizar a luta pela revogação das Reformas da Previdência e Trabalhista, além de participarem de uma campanha pelo cuidado com a saúde mental e física.

Iany Morais* | Caruaru – PE


TRABALHADOR UNIDO – Nos dias 29 e 30 de novembro, o Sindicato da Construção Civil de Caruaru (Sintracon), em parceria com o Movimento Luta de Classes (MLC), realizou a 16ª edição do Congresso de Saúde e Segurança do Trabalhador.

Na mesa de abertura do evento, estiveram presentes representantes do Sindicato dos Comerciários de Caruaru, Sindicato dos Comerciários de Carpina e Limoeiro, Sindicato dos Trabalhadores de Calçados de Carpina, Sindicato dos Servidores Municipais de Caruaru, Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, Federação dos Trabalhadores na Indústria da Construção, Coordenação de Vigilância em Saúde do Trabalhador, Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Pernambuco (SEEPE), do auditor fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego Regional, União da Juventude Rebelião (UJR) e da Unidade Popular pelo Socialismo (UP).

Foto: Agenor Rodrigues

Além da mesa de abertura, o congresso contou com as mesas: Saúde e Segurança do Trabalhador da Construção; Saúde Mental dos Trabalhadores da Construção Civil; O Jornal A Verdade e a Imprensa Popular; Os Impactos das Reformas Trabalhista e da Previdência; Conjuntura Nacional e Internacional, que foi coordenada por Thiago Santos, presidente estadual da UP em Pernambuco. Além disso, o Congresso realizou ação de conscientização sobre o novembro azul, vacinação, testagem de infecções sexualmente transmissíveis (IST), avaliação e prestação de contas da gestão do Sintracon, sorteio de brindes, bingo em prol da campanha de finanças, brigada do jornal A Verdade, abaixo-assinado do MLC e atividade cultural com muito forró e violeiros.

Para José Henrique, presidente do Sintracon e membro da Coordenação Nacional do Movimento Luta de Classes, essa atividade foi muito importante, pois, “é dessa forma que os operários vão aprendendo sobre as contradições entre capital e trabalho, a relação entre burguesia e miséria, e o que fazer para melhorar a situação da classe trabalhadora”.

O evento contou com a participação de cerca de 100 trabalhadores e trabalhadoras do setor da construção de Caruaru. Foram dois dias de intensos debates políticos que reafirmaram a importância dos sindicatos como trincheira de luta para a classe trabalhadora. Sem dúvidas, os operários e operárias da construção civil saíram mais fortalecidos e ganhos para se organizarem na luta por mais direitos, pela revogação das reformas, pelo aumento de 100% do salário e por uma vida digna!

Viva a luta dos trabalhadores! Viva o sindicato classista!

*Iany Morais é presidente municipal da Unidade Popular em Caruaru e membro da Coordenação Estadual do Movimento Luta de Classes.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.
 
  • New Page 1