• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Israel liberta 2 reféns argentinos em Rafah após operação

As Forças de Defesa de Israel libertaram 2 reféns argentinos na cidade de Rafah, ao sul da Faixa de Gaza. A ação se seu depois que o Exército israelense iniciou uma série de ataques aéreos no domingo (11.fev.2024).

Fernando Simón Marman, de 60 anos, e Norberto Louis Har, de 70 anos, estavam entre as 250 pessoas sequestradas pelo Hamas durante o ataque de 7 de outubro, que deu início ao conflito. As informações são da agência de notícias Reuters.

A operação envolve militares de Israel, o serviço de segurança doméstica Shin Bet e a unidade especial de polícia em Rafah. Segundo a Al Jazerra (canal estatal da monarquia do Qatar), mais de 100 pessoas foram mortas durante o bombardeio do Exército de Israel.

Copyright Divulgação/Forças de Defesa de Israel

Norberto Louis Har (esq.) e Fernando Marman (2º à dir.) reencontraram familiares depois de 128 dias mantidos como reféns pelo Hamas

Cerca de 1,5 milhão de palestinos deslocados de outras regiões da Faixa de Gaza se abrigaram na cidade –que Israel havia designado como zona “segura” no enclave palestino.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, havia prometido uma “passagem segura” para os civis deslocados e disse que um “plano detalhado” estava sendo elaborado, mas não deu detalhes.

No domingo (11.fev), o presidente dos EUA, Joe Biden, conversou com Netanyahu e disse que o país do Oriente Médio não deveria prosseguir com uma operação terrestre em Rafah sem um plano para garantir a segurança das pessoas que estão abrigadas na cidade.

++ Notícias

  • Egito alerta que ofensiva de Israel em Rafah pode romper acordo

  • Israel mantém ameaça a Rafah, mas promete “passagem segura” a civis

  • Israel bombardeia Rafah, no sul de Gaza

  • Israel diz que 1/5 dos reféns levados pelo Hamas estão mortos

  • Dois reféns israelenses morrem e 8 ficam feridos em ataque a Gaza