Donos e funcionários de barracas protestam na Alepa sobre construção da orla no Atalaia em Salinas, no PA

Praia do Atalaia é uma das mais frequentadas no município. Projeto determina saída das barracas onde funcionam bares e restaurantes. Donos e funcionários de bares e restaurantes da praia do Atalaia, uma das mais conhecidas em Salinópolis, no nordeste do Pará, fizeram uma manifestação na manhã desta terça-feira (11).
Eles reivindicam uma audiência pública sobre o projeto de construção da nova orla na praia.
O ato ocorreu em frente à Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) em Belém.
Os manifestantes são contrários ao processo de remoção, que exige a saída deles, em até 45 dias, das barracas onde funcionam os bares e restaurantes.
Os comerciantes alegam que não houve qualquer diálogo para viabilizar o funcionamento das barracas em locais alternativos e temem ficar sem trabalho e renda nos próximos meses.
De acordo com representante da associação dos barraqueiros do Atalaia, o projeto da nova orla não contempla o número de barracas existentes atualmente na praia.
Ele também afirmou que somente 50 das 80 barracas em funcionamento estão previstas em projeto e não há qualquer informação sobre o que vai acontecer com as trinta barracas restantes.
Uma comissão de manifestantes foi recebida para uma conversa com o presidente da Alepa, o deputado Chicão (MDB), e uma audiência pública deve ocorrer na próxima segunda-feira (17) em Salinas, como o município é conhecido.
VÍDEOS: veja todas as notícias do Pará
Leia as últimas notícias do estado no g1 Pará
Adicionar aos favoritos o Link permanente.