Pai e mãe são presos suspeitos de maus-tratos e morte de bebê de 1 ano e 6 meses na Bahia


De acordo com a Polícia Civil, antes de morrer, Sarah de Oliveira Aragão sofreu com vômitos e febre por pelo menos uma semana, sem ser levada para uma unidade de saúde. Pai e mãe são presos suspeitos de maus-tratos e morte de bebê de 1 ano e 6 meses na Bahia
Ascom/PC-BA
Um homem e uma mulher foram presos, no último sábado (8), suspeitos de contribuir para a morte da filha, de um ano e seis meses, no município de São José do Jacuípe, no norte do estado. O caso é investigado como crime de maus-tratos com resultado morte.
📱 NOTÍCIAS: faça parte do canal do g1BA no WhatsApp
De acordo com informações da Polícia Civil, antes de morrer, Sarah de Oliveira Aragão sofreu com vômitos e febre por pelo menos uma semana, sem ser levada para uma unidade de saúde.
As investigações começaram quando profissionais da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Capim Grosso desconfiaram dos motivos da morte de Sarah, que chegou a ser submetida a manobras de reanimação.
Os policiais descobriram que a vítima já havia dado entrada em uma unidade de saúde por desnutrição e anemia. Com base nos registros médicos, a criança nasceu prematura, o que pode ter sido decorrente do tabagismo da mãe durante a gestação.
A Delegacia Territorial de São José do Jacuípe comunicou a prisão em flagrante do casal à Vara Criminal de Capim Grosso e solicitou a prisão preventiva.
As investigações continuam e laudos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) vão auxiliar no esclarecimento das circunstâncias da morte.
Veja mais notícias do estado no g1 Bahia.
Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻
Adicionar aos favoritos o Link permanente.