Paralisação de rodoviários impede circulação de ônibus na Grande Vitória


Protesto dos rodoviários, que reivindicam a volta dos cobradores aos postos de trabalho, teve início nesta madrugada. Por volta das 7h, os ônibus começaram a ser liberados das garagens. Diretor do Sindicato dos Rodoviários falou sobre paralisação da categoria
Uma paralisação dos rodoviários surpreendeu os passageiros da Grande Vitória que esperavam pelos ônibus do sistema Transcol na manhã desta sexta-feira (10).
Os coletivos permaneceram nas garagens desde a madrugada até por volta das 7h, quando começaram a ser liberados para circular.
Muitos passageiros que aguardavam pelos coletivos voltaram para suas casas. Outros, permaneceram esperando nos pontos.
Em protesto, rodoviários não trabalharam nas primeiras horas desta sexta-feira (10)
Reprodução/TV Gazeta
De acordo com o Sindicato dos Rodoviários (Sindirodoviários), a paralisação surpresa reivindica, mais uma vez, a volta dos cobradores aos postos de trabalho. Eles estão afastados de suas funções desde maio de 2020 em função da pandemia da Covid-19. Desde então, o dinheiro deixou de ser aceito e a passagem só pode ser paga com o cartão.
Circularam normalmente apenas os ônibus do sistema “Mão na Roda”, que transportam passageiros com dificuldade de locomoção, e os coletivos da Viação Sanremo, que possuem cobradores.
“A população não está de surpresa. Já cansamos de fazer passeatas e não fomos ouvidos. Quem tem responsabilidade com a população é o governo do estado. Vou deixar um recado mais uma vez para a população. Se os cobradores não voltarem, nós vamos parar o sistema definitivamente. Os motoristas estão sendo perseguidos, trabalhando todo dia com problema”, disse um representante do Sindirodoviários à reportagem.
Na manhã de quinta-feira (9), os rodoviários já haviam realizado uma manifestação em Vitória. O grupo se concentro na sede do Sindicato e seguiu em uma passeata pela Avenida Vitória até o Palácio Anchieta, no Centro de Vitória. Apesar do protesto, os ônibus não foram impedidos de circular, como nesta sexta-feira.
Requalificação de cobradores
Em agosto deste ano, o governo estadual anunciou o programa CNH Requalifica, cujo objetivo é requalificar os cobradores que atuavam no Sistema Transcol para que eles tenham novas oportunidades no mercado de trabalho a partir da obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
O programa iniciado no último mês será dividido em três fases até o final de 2022, com a abertura de 500 vagas em cada etapa, totalizando 1.500 vagas.
Rodoviários não circularam com os ônibus do Transcol nas primeiras horas desta sexta (10)
Reprodução/TV Gazeta
VÍDEOS: tudo sobre o Espírito Santo
Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.