Paralisação dos caminhoneiros: Fiesc pede liberação das rodovias em Santa Catarina

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) emitiu uma nota nesta quarta-feira, 8, pedindo a liberação das rodovias de Santa Catarina, que têm diversos trechos bloqueados devido à paralisação de caminhoneiros.

A entidade enviou ofícios ao governador Carlos Moisés da Silva, à Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina (PRF-SC) e à Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Pedidos

A Fiesc pede para que os líderes do movimento reavaliem os bloqueios em curso.

“Respeitamos a categoria, que tem enorme importância, ainda mais num país em que o modal rodoviário é predominante. Não questionamos as reivindicações do movimento, mas pedimos para que sejam adotados outros meios para resolver a questão. Defendemos a busca de uma solução de consenso, para evitar que toda a sociedade enfrente graves impactos econômicos e sociais”, afirma o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar.

De acordo com a entidade, o movimento está prejudicando o setor industrial e ameaça a continuidade da produção e do transporte de insumos e produtos.

“O movimento poderá comprometer o cumprimento de contratos, afetando diretamente a competitividade de Santa Catarina e do Brasil, prejudicando o emprego e a renda”, finaliza a nota.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

The post Paralisação dos caminhoneiros: Fiesc pede liberação das rodovias em Santa Catarina appeared first on O Município.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.