“Pedro Paulo tem utilizado meios nada republicanos para cooptar apoiadores, além de envolver políticos para pressionar lideranças das Subseções”

Candidato a presidente da OAB, Julio Meirelles, relata como a disputa por apoio dos grupos oposicionistas têm gerado conflitos

Ouvido, o candidato a presidente da OAB, Julio Meirelles, revela que a disputa entre ele e Pedro Paulo de Medeiros pelo apoio dos grupos oposicionistas, têm gerado conflitos que fogem do aceitável em uma eleição. Segundo o candidato, seu adversário o tem atacado de forma pessoal, na tentativa de romper com apoios que já foram declarados a Julio Meirelles. “Ele vem agindo de forma pouco republicana”.

A disputa pelas bases que apoiam a oposição ao atual grupo de administrar a OAB começou mesmo antes da pré-campanha. Julio e Pedro Paulo caminharam juntos na última eleição. Após ser derrotado, Pedro Paulo afirmou que não iria mais disputar as eleições. A partir de então, Julio passou a reunir em torno de seu nome grupos de advogados descontentes com a atual gestão.

Entretanto, Pedro Paulo declinou da decisão de não ser mais candidato, e entrou na disputa pela presidência da OAB. Agora ele tenta trazer para seu lado os grupos que se agregaram ao projeto de Julio Meirelles. “É ruim o que ele está fazendo. Ele está aliando a representatividade classista à atividade político partidária”, diz.

Aliança com Valentina Jungmann

“Convergência de ideias”. Assim Julio Meirelles classifica sua aliança com Valentina Jungmann. Para ele, o apoio é fruto de projetos semelhantes e experiências que são capazes de agregar para a gestão da Ordem.

Entre outras metas, a aliança aponta a redução de gastos de campanha; a inclusão na advocacia jovem no processo eleitoral da OAB-GO; o debate em torno da redução das custas judiciais – também a segunda mais onerosa do país – que afasta o cidadão do acesso à Justiça, garantia dos direitos e prerrogativas dos advogados e, ainda, a luta para aprovar projeto de eleições diretas para a diretoria do Conselho Federal.

A aliança diz defender a pluralidade e a modernidade na OAB. “Assim como eu, a Valentina tem história de luta pelo classismo. Decidimos que essa aliança é muito proveitosa. É uma composição de ideias”.

Formação de chapa

A aliança entre Julio Meirelles e Valentina Jungmann começará a definir a composição da chapa na manhã desta quarta-feira, 29. Em um café da manhã com pré-candidatos a conselheiros e diretores da OAB, vão ser escolhidos os nomes para formação da chapa.

“Temos mais de 200 nomes colocados. Esse é um período muito difícil, pois teremos que conversar e escolher quem realmente quer ser candidato e tem bons propósitos”, informa Julio.

O post “Pedro Paulo tem utilizado meios nada republicanos para cooptar apoiadores, além de envolver políticos para pressionar lideranças das Subseções” apareceu primeiro em Jornal Opção.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.