PF faz buscas em operação sobre fraudes no seguro para pescadores

PF investiga fraudes de R$ 34 milhões na concessão do benefício criado para pescadores que são proibidos de exercer atividade durante período de reprodução dos peixes. A Polícia Federal deflagrou uma operação nesta manhã para investigar irregularidades na concessão do seguro concedido pelo INSS a pescadores quando os peixes estão em reprodução, e os trabalhadores não podem pescar.
A PF cumpre oito mandados de buscas no Distrito Federal, em Goiás e em Minas Gerais.
A fraude investigava consiste na concessão do benefício a pessoas que não vivem exclusivamente da pesca, que acumulavam outros benefícios do INSS de forma ilegal ou que nem eram pescadores. A operação investiga pagamentos irregulares que somam 34 milhões.
Segundo fontes informaram à Globonews, representantes de grupos de pescadores estão sendo investigados. A operação contou com o apoio do setor de inteligência do INSS, q identificou as irregularidades e repassou informações à PF.
Um dos alvos tinha uma frota de caminhão . Outro envolvido tentou criar uma colônia de pescadores falsa no Lago Paranoá, em Brasília, para simular a necessidade da concessão do benefício.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.