Pintor eletrocutado no Centro de Tubarão não resiste aos ferimentos

O pintor que tomou um choque no dia 01 de setembro, João Vieira Rodrigues, 61 anos, no Centro de Tubarão, não resistiu aos ferimentos e faleceu na noite do último domingo, 12. Ele estava internado no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em coma induzido em leito de UTI.

>> Quer receber notícias por WhatsApp? Acesse aqui 

No dia do acidente uma câmera de segurança de outra empresa registrou o momento em que ocorre uma explosão. Outro trabalhador andava pela marquise. Mas quem foi até os bombeiros ainda caminhando, e que inclusive teria pedido ajuda para chamar os bombeiros em uma loja, teria sido o senhor João que estaria um pouco mais acima e não aparece no vídeo, segundo afirmam seus familiares.

No hospital foi constatado e a reportagem da Revista Única divulgou, que ele tomou uma descarga elétrica que entrou pelo braço esquerdo, atravessou o tórax e saiu pelo direito. Ele teve 42% do corpo lesionado por queimaduras, ainda de acordo com informações da família. Os bombeiros chegaram a informar num primeiro momento que as lesões teriam atingido 75%.

O velório é realizado nesta segunda-feira, 12, na Funerária Santa Rita. Às 16h ocorrerá o sepultamento no Horto da Saudade.

The post Pintor eletrocutado no Centro de Tubarão não resiste aos ferimentos appeared first on Revista Única.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.