Policiais do RJ exigem R$ 1 milhão de traficante e acabam sem emprego

Rio de Janeiro – A Secretaria da Polícia Civil demitiu três policiais acusados de corrupção. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (13/9). Eles foram acusados tentar extorquir traficantes em até R$ 1 milhão segundo em investigações relativas ao período de setembro a novembro de 2016.

Segundo o processo administrativo da Corregedoria, a base das negociações com pessoas ligadas aos criminosos era na 6ª DP (Cidade Nova), no centro do Rio. O trio contava ainda com a colaboração de um policial militar.

Eles teriam exigido R$ 1 milhão para não incluir em uma investigação policial os familiares do traficante Sandro Luiz de Paula Amorim, o Peixe, que disputava território com outros criminosos no Morro do Turano, na Tijuca.

Peixe está preso em unidade federal desde 2011. Segundo o documento, foram demitidos ainda os inspetores Holt Castro, André Pereira Guimarães e Valentin Caldeira de Souza.

Ainda de acordo com a investigação da Corregedoria, os policiais teriam cobrado R$ 200 mil para livrar um criminoso de uma investigação de homicídio e mais R$ 200 mil para não indiciar um suspeito por envolvimento com o tráfico de drogas.

A Corregedoria também localizou as mensagens de Whatsapp comprovando as exigências ilícitas dos valores.  O Metrópoles ainda não conseguiu contatar a defesa dos acusados.

O post Policiais do RJ exigem R$ 1 milhão de traficante e acabam sem emprego apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.