Presidente da Tunísia planeja mudar sistema político e suspender Constituição

TÚNIS (Reuters) – O presidente da Tunísia, Kais Saied, planeja suspender a Constituição e pode propor mudanças no sistema político por meio de um referendo, disse um de seus assessores à Reuters nesta quinta-feira.

Saied assumiu os poderes governamentais, demitiu o primeiro-ministro e suspendeu o Parlamento em julho, em medidas que seus adversários políticos classificaram como um golpe. Ele ainda não nomeou um novo governo ou fez qualquer declaração mais detalhada sobre seus planos de longo prazo.

“Este sistema não pode continuar… mudar este sistema significa mudar a Constituição através de um referendo, talvez… o referendo exige preparação logística”, disse Walid Hajjem, um conselheiro de Saied.

Ele acrescentou que este é o plano do presidente, que está no estágio final e que se espera ser revelado em breve.

Hajjem não detalhou quais mudanças Saied está cogitando.

Mas muitos acreditam que ele optará por um sistema presidencial de governo que diminuiria o papel do Parlamento, algo que foi debatido com frequência durante anos de impasse desde que a Constituição de 2014 foi aprovada.

A Tunísia adotou a democracia depois do levante de 2011 que encerrou o comando autocrático do país e desencadeou as revoltas da Primavera Árabe na região.

Tanto forças domésticas quanto internacionais pressionam para que Saied nomeie um governo e mostre como pretende sair da crise constitucional deflagrada por sua intervenção.

(Por Tarek Amara)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH8811M-BASEIMAGE

O post Presidente da Tunísia planeja mudar sistema político e suspender Constituição apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.