Primeira-ministra conservadora Erna Solberg admite derrota nas legislativas norueguesas

A primeira-ministra da Noruega, a conservadora Erna Solberg, admitiu nesta segunda-feira (13) sua derrota nas eleições legislativas, abrindo a via para a chegada ao poder da esquerda com o trabalhista Jonas Gahr Støre.

“O trabalho do partido conservador no governo terminou desta vez”, disse Solberg, que governava o país escandinavo desde 2013, um recorde para a direita.

“Parabenizo Jonas Gahr Støre que, neste momento, parece ter uma maioria clara para mudar o governo”.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.