Recomendação do Ministério da Saúde para uso de cloroquina segue no ar e cita Prevent Senior

Ministério da Saúde
Divulgação/Ministério da Saúde

No ano passado, o Ministério da Saúde publicou uma recomendação para o uso de cloroquina contra a Covid-19. O texto continua disponível no ar e cita a Prevent Senior.

“O Ministério da Saúde, com o objetivo de ampliar o acesso dos pacientes a tratamento medicamentoso no âmbito do SUS, publica as seguintes orientações para tratamento medicamentoso precoce de pacientes com diagnóstico de COVID-19”, diz a introdução do site.

Feito em setembro do ano passado, há 14 considerações iniciais para justificar o uso de cloroquina. No documento, há diversas informações e referências para explicar a elaboração do documento.

O nome da Prevent Senior aparece na parte de notas, no número 21. “FREITAS, Daniella Cabral de; GODOY, Henrique; SILVEIRA, Sergio Antônio Dias da. Protocolo Manejo Clínico COVID-19. Material de Apresentação da Prevent Senior. Internet, https://static.poder360.com.br/2020/04/protocolo[1]Prevent-Senior-tratamento-covid-19.pdf”.

Leia mais:

1 – Casa de Rui Barbosa não vai obedecer decreto do passaporte de vacina no Rio

2 – Ex namorada de Latino faz pedido inusitado na Justiça e perde processo

3 – Bolsonaro é o presidente brasileiro com maior comitiva em viagem à ONU

Confira parte do texto feito pelo Ministério da Saúde

“Considerando que até o momento não existem evidências científicas robustas que possibilitem a indicação de terapia farmacológica específica para a COVID-19;

Considerando que alguns Estados, Municípios e hospitais da rede privada já estabeleceram protocolos próprios de uso da cloroquina e da hidroxicloroquina para tratamento da COVID-19;

Considerando a larga experiência do uso da cloroquina e da hidroxicloroquina no tratamento de outras doenças infecciosas e de doenças crônicas no âmbito do Sistema Único de Saúde, e que não existe, até o momento, outro tratamento eficaz disponível para a COVID-19;

Considerando que o Conselho Federal de Medicina recentemente propôs a consideração da prescrição de cloroquina e hidroxicloroquina pelos médicos, em condições excepcionais, mediante o livre consentimento esclarecido do paciente, para o tratamento da COVID-19;

Em seguida, na parte das recomendações, está escrito: “Em crianças, dar sempre prioridade ao uso de hidroxcloroquina pelo risco de toxicidade da cloroquina”.

Confira a recomendação completa clicando AQUI.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.