Redução das reservas americanas não impede queda do petróleo

Os preços do petróleo caíram nesta quinta-feira, apesar da redução das reservas de óleo cru e gasolina na semana passada nos Estados Unidos após a passagem do furacão Ida, enquanto a China começou a usar seus estoques estratégicos, segundo a imprensa especializada.

O barril do Brent para entrega em novembro fechou em Londres a 71,45 dólares, baixa de 1,58%. Em Nova York, o barril do WTI para outubro caiu 1,67%, a 68,14 dólares.

O dia foi volátil para o petróleo: em alta no início do pregão na Europa, os preços caíram “com o anúncio de que a China usa suas reservas estratégicas”, destacou Michael Hewson, analista da CMC Markets.

Maior importador mundial de petróleo, a China luta contra o aumento dos preços da energia, um sinal de que não irá tolerar uma inflação significativa.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.