Repórter secreto do Fantástico mostra detalhes da operação que apura fraudes na prefeitura de Itatiaia (RJ)

Em plena pandemia, fornecedores do município viraram secretários. E ainda: uma secretária de assistência social é acusada de afanar bens da prefeitura. Repórter secreto do Fantástico mostra operação que apura fraudes na prefeitura de Itatiaia
Vai que um dia você acorda com uma vontade danada de comprar uma cidade toda só para você? Há um tempo atrás, na Itália, uma estava no mercado: R$ 6 milhões e uns quebrados. No estado do Rio, parece que teve coisa quase semelhante, por assim dizer.
“O que aconteceu em Itatiaia foi o arrendamento da própria estrutura da prefeitura a uma organização criminosa”, explica o promotor de Justiça, Fabiano Oliveira.
Arrendamento equivalente a umas quatro cidadezinhas italianas tipo aquela: os contratos que o grupo tentou celebrar alcançavam algo em torno de R$ 25 milhões. Em plena pandemia, fornecedores do município viraram secretários. E ainda: uma secretária de assistência social é acusada de afanar bens da prefeitura.
Em abril, o hospital municipal de Itatiaia chegou a suspender parcialmente o atendimento médico. Motivo: baixo estoque de insumos e medicamentos.
“Nós vemos pessoas morrendo, agonizando, dependendo de alguns tipos de remédio, remédio esse que são retirados dessa forma da nossa população”, comenta o prefeito interino.
“Apanthropia”, o nome da operação, significa “falta de humanidade”. E é justamente o que o Ministério Público percebeu nesse caso.
“Um grupo que vem a uma cidade, num esquema de uma verdadeira organização criminosa, para tomar de assalto uma prefeitura de Itatiaia, para sangrar recursos públicos, quando eles eram mais necessários no combate a pandemia, é ofensivo. Foi um episódio lamentável”, comenta o delegado da Polícia Civil – RJ, Maximiliano Rodrigues Barbosa.
O repórter secreto do Fantástico está de volta para saber: ‘Cadê o dinheiro que tava aqui?’. Veja na reportagem em vídeo.
Ouça os podcasts do Fantástico
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.