Rodriguinho entra na Justiça e cobra R$ 4,16 milhões do Cruzeiro

O meia Rodriguinho acionou o Tribunal de Justiça de Minas Gerais para cobrar R$ 4,16 milhões do Cruzeiro. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (15/6) pelo portal “GE”. O valor cobrado é referente aos direitos de imagem.

De acordo com a publicação, o jogador afirma que a Raposa não pagou nenhuma das 20 parcelas do contrato inicial, firmado em 2019,  quando Rodriguinho chegou ao clube, nem as estabelecidas no contrato de rescisão, realizado no início de 2020. No acordo ficou estabelecido que o Cruzeiro mineiro pagaria R$ 2,08 milhões divididas em 20 prestações, a primeira delas datada para 15 de abril deste ano, o que não ocorreu.

O contrato previa ainda que caso o atraso do pagamento ultrapassasse o período de 30 dias, todas as outras parcelas seriam sofreriam o vencimento antecipado, com uma multa de 100% do valor total, chegando assim aos R$ 4,16 milhões cobrados pelo jogador.

No contrato de imagem fechado por Rodriguinho e a Raposa, estava previsto o pagamento de R$ 260 mil no período entre março de 2019 até 31 de dezembro deste ano. O empresário do jogador avisou o clube sobre a pendência e estabeleceu um prazo de 24 horas para que os compromisso fossem quitados, o que não ocorreu.

Rodriguinho fez parte do plantel que acabou sendo rebaixado do Campeonato Brasileiro em 2019 com o Cruzeiro. Foram apenas 10 jogos com a camisa Celeste com 4 gols marcados.

O Cruzeiro entra em campo nesta quinta (16/9), às 19h para enfrentar o Operário na Arena do Jacaré, em partida válida pela 24ª rodada da série B.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

O post Rodriguinho entra na Justiça e cobra R$ 4,16 milhões do Cruzeiro apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.