Saiba como Rezende conquistou R$ 25 milhões com 25 anos

Pedro Afonso Rezende, ou rezendeevil, como é conhecido pelo canal no YouTube, é uma máquina de produzir grandes números. Com 29 milhões de inscritos no canal, 10 milhões de seguidores no Instagram, o paranaense é ator, escritor e fundador de uma empresa de marketing de influência. Mais do que os múltiplos talentos, chama atenção o fato do criador de conteúdo ter conquistado um império de milhões de reais com apenas 25 anos.

Nascido e criado em Londrina, município do Paraná, Região Sul do país, Rezende tinha um sonho de se tornar goleiro. Jogava futebol sempre e até tentou se tornar profissional. Mas, aos 15 anos de idade, foi pesquisar no Google como conseguiria superar uma fase de um jogo de videogame e acabou descobrindo o YouTube. O conteúdo sobre games na plataforma o hipnotizou e então, decidiu abrir o seu primeiro canal.


0

“É claro que não deu certo (ri). Meu primeiro canal foi um fracasso. E aí eu fiquei um tempo parado, continuei jogando futebol. Só um ano depois que eu criei um novo. O Rezendeevil foi a minha segunda tentativa e tudo começou por uma curiosidade e vontade. Não existiu nenhuma visão mega empreendedora na época, foi apenas uma tentativa minha de mostrar para as pessoas o que eu fazia no jogo. Independente de quantas pessoas fossem: 10 ou milhares”, conta.

No começo, tudo não passava de uma brincadeira. Pedro jogava na internet e compartilhava os melhores momentos com os seus poucos seguidores da época, mas isto não quer dizer que não existia um mínimo de estratégia de mercado em sua visão. “Eu percebi que o Minecraft estava em uma ascensão muito grande. O jogo estava crescendo muito. Então, eu quis jogar. Foi um movimento normal. Me especializei em uma parte do jogo e comecei a crescer. Vejo como uma mistura dos dois: um pouco de gosto pessoal pelo conteúdo do canal e um pouco de estratégia de mercado. Até porque eu vi que ali funcionava”, explica.

O influenciador conta que, tempos depois, as buscas pelo jogo Minecraft começaram a cair. Para evitar que a queda se refletisse no engajamento do canal, que na época já tinha um entre 10 e 12 milhões de seguidores, Rezende precisou rever o conteúdo.

“Foi um dos momentos mais complicados para mim, pois mudar algo que estava dando certo, era muito difícil. Foi a partir daí que comecei a fazer vlogs. Essa mudança eu escolhi fazer para burlar a queda do engajamento. Eu percebi que estava caindo, então eu rapidamente tomei uma estratégia melhor. Mas, estou feliz com a minha decisão. Graças a Deus consegui atingir meus objetivos”, lembra.

Um momento difícil, que Rezende buscou superar com a força conquistado muito tempo antes. Ainda pequeno, o criador de conteúdo perdeu o irmão. Para ele, esse, sim, foi o maior desafio de sua vida. “Isso me fez encarar a vida de uma forma completamente diferente. Me fez buscar coisas que eu não buscaria. A dedicação virou base para mim, queria dar resultados para a minha família”, explica emocionado.

Do criador de sucesso nasceu um empresário que trabalha o tempo todo

Aos 22 anos Rezende criou a própria empresa de marketing de conteúdo – a ADR – e teve a proposta de ajudar outros youtubers e influenciadores a crescerem: “Muita gente não sabia transformar o que fazia por diversão em dinheiro”.

“Foi um desafio, não era da minha área. Eu decidi criar um mecanismo que além de dar seguidores, influência e engajamento, criaríamos uma estrutura que usa tudo isso para vender para as marcas. Fazemos dinheiro para eles. Não pensei duas vezes. Nossos influenciadores são muito sérios e muito comprometidos”, afirma.

Rezende conta que trabalha o dia inteiro, independente do dia. Além disso, participa de todas as decisões da ADR pelo grupo de trabalho do WhatsApp: “Eu gosto de ultrapassar horários e dias. Gravo no sábado, domingo e até meia noite se precisar. Tento moldar meu tempo da melhor maneira possível. Tudo é postado no WhatsApp e eu vejo por lá. Eu dou aval em tudo. Faço remotamente”

Pedro conta que ama criar e, por isso, faz questão de estar envolvido nos projetos e ajudar a desenvolver as ideias. Além disso, ele mesmo faz os vlogs que compartilha com os seguidores no dia a dia: “Acaba que precisa ter bastante dedicação”, revela.

Neste momento, Pedro quer mudar o conteúdo do rezendeevil mais uma vez. Mais seguro, desta vez a mudança não assusta: “Desta vez eu tenho outras frentes. Antes, eu tinha só o meu canal, era muito mais assustador. Agora estou com mais tranquilidade. Quero cada vez mais trazer o meu lifestyle para o meu público: viagens e tudo mais”.

Para Rezende, vida exposta não é mais um drama

Por ter um grande número de seguidores, recebe críticas constantes nas redes sociais e é alvo de fake news na web com frequência. Mas o tempo também trouxe segurança para lidar com os ônus trazidos pela fama: “Eu lido com críticas de uma maneira muito tranquila. Meus amigos até brincam que eu não tenho coração. Mas, é que eu não deixo a crítica me atingir por completo. Não tem o que eu faça. O que eu posso fazer é continuar trabalhando. O que mais me atinge é a minha performance, agora, crítica, não. Eu queria até ajudar outros influenciadores que sofrem com isso”, reflete.

Os relacionamentos do paranaense – e as separações – motivaram o influenciador a se movimentar na web. Sobretudo o mais ruidoso deles, com Virgínia Fonseca, que também possui milhões de seguidores. Ao ser questionado sobre isso, Rezende se mostra tranquilo:

“Os relacionamentos que eu tive foram bons, foram saudáveis, mas acabaram e está bom. Para você se prejudicar ou prejudicar alguém por causa de um término, eu acredito, que parte desta culpa é sua. Se você ficou chateado e não andou com a sua vida, a culpa é sua. Você tem que criar forças e seguir em frente. Em todos os términos, não só com o da Virgínia, eu pensei nisso. Você tem que continuar. Tenho projetos para tocar, empresa… A gente faturou o dobro do faturamento da empresa de meses para cá da ADR. Temos que correr atrás das coisas”, conta.

Depois de conquistar tantos milhões, alcançar a fama, comprar automóveis de luxo – entre eles, uma Ferrari avaliada em R$ 1,5 milhão – e de fazer sucesso também como homem de negócios, Pedro Rezende sonha com mais. E anuncia que vai surpreender os fãs com um conteúdo inovador: “Eu quero mostrar a minha vida: o lado bom e ruim. Quero que as pessoas se sintam próximas de mim, mesmo que seja por meio das telas. Esse conteúdo novo que estamos trazendo para o canal é algo novo no Brasil. Vamos viajar a rodo (brinca)”, promete.

O post Saiba como Rezende conquistou R$ 25 milhões com 25 anos apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.