Saúde de São Paulo descarta morte de adolescente por reação à vacina

A Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo descartou, nesta sexta-feira (17/9), a causa da morte de uma adolescente de 16 anos por reação à vacina contra a COVID-19 fabricada pela Pfizer. Segundo a pasta, o motivo foi uma doença chamada de “Púrpura Trombótica Trombocitopênica”. A informação foi divulgada, inicialmente, pela “CNN Brasil”.

 

Leia também: Anvisa mantém indicação da Pfizer para os adolescentes

Segundo a secretaria, a doença é autoimune, rara e grave, geralmente, sem uma causa conhecida capaz de desencadeá-la. Ainda segundo a pasta, não há nenhum relato técnico até o momento que aponte este quadro como evento adverso pós-vacinação após primeira dose de uma vacina contra COVID-19 de RNA mensageiro, como é o caso da Pfizer.

 
 
A análise envolveu a participação de 70 profissionais em hematologia, cardiologia, infectologia e outros atuantes nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais de São Paulo. 
“As vacinas em uso no país são seguras, mas eventos adversos pós-vacinação podem acontecer. Na maioria das vezes, são coincidentes, sem relação causal com a vacinação. Quando acontecem, precisam ser cuidadosamente avaliados”, disse o infectologista Eder Gatti, que coordenou a investigação.
A adolescente que morreu era de São Bernardo do Campo, na região do ABC Paulista. Ela havia tomado a primeira dose da vacina contra a COVID-19 oito dias antes da morte, em 25 de agosto.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 
  • Vacinas contra COVID-19 usadas no Brasil e suas diferenças
  • Minas Gerais tem 10 vacinas em pesquisa nas universidades
  • Entenda as regras de proteção contra as novas cepas
  • Como funciona o ‘passaporte de vacinação’?
  • Os protocolos para a volta às aulas em BH
  • Pandemia, epidemia e endemia. Entenda a diferença
  • Quais os sintomas do coronavírus?

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.