Sete são presos em operação contra organização criminosa liderada dos presídios de SC

Quatro meses de investigação e sete pessoas presas. Esse foi o saldo da Operação Cadeia de Ferro, desencadeada na sexta-feira (10), no Norte de Santa Catarina, e que mirou organização criminosa chefiada de dentro do sistema prisional catarinense.

Após investigação, suspeitos foram presos na sexta-feira (10) em São Francisco do Sul e Joinville – Foto: Polícia Civil/Divulgação

A DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Joinville cumpriu os mandados de prisão e de busca e apreensão em São Francisco do Sul e Joinville. De acordo com o delegado Rafaello Ross, após quatro meses de investigação foi possível identificar os integrantes da organização criminosa “que atuavam na promoção do tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro”.

Ele explica que foram nove mandados de prisão temporária e 12 de busca e apreensão expedidos, além de bloqueios de contas bancárias utilizadas pela organização para movimentar o dinheiro arrecadado com o comércio de drogas. Sete pessoas foram presas e uma em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

A investigação apontou que a organização criminosa orquestrava os crimes de tráfico de drogas, especialmente em Joinville e São Francisco do Sul, de dentro do sistema prisional. “A operação coíbe a atividade criminosa de uma organização que atua dentro e fora do sistema prisional catarinense. A DIC desarticulou mais uma célula dessa organização criminosa que atua no tráfico de drogas”, salienta.

Além das prisões, foram apreendidos dinheiro e drogas.


Delegado Rafaello Ross fala sobre a Operação Cadeia de Ferro – Vídeo: Ricardo Alves/NDTV

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.