Soja fecha em alta mas ganho é insuficiente para apagar perdas anteriores; milho avança

Por Christopher Walljasper

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros da soja em Chicago obtiveram alta nesta sexta-feira, após o relatório mensal de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) mostrar uma queda na área estimada para a safra americana, embora muitas das indicações do levantamento tenham sido antecipadas pelo mercado.

O milho foi negociado perto da estabilidade, enquanto o trigo caiu depois de tocar uma nova mínima de sete semanas, pressionado por menores preocupações sobre a oferta global para exportação.

O contrato mais ativo da soja avançou 16 centavos de dólar para 12,8650 dólares o bushel, registrando maior ganho desde 24 de agosto, embora o contrato mais ativo tenha perdido 0,43% na semana.

O milho fechou em alta de 7,50 centavos de dólar em 5,1750 dólares o bushel, após recuar para 4,9750 dólares, a mínima desde 25 de janeiro de 2021, marcando uma perda semanal de 1,24%.

O trigo fechou em queda de 3,75 centavos de dólar em 6,8850 dólares o bushel após tocar a mínima desde o fim de julho. O contrato mais ativo obteve maior queda semanal desde a semana encerrada em 9 de julho, recuando 5,2%.

O relatório mensal de oferta e demanda do USDA ainda aumentou estimativa de produção de milho e soja dos EUA.

O post Soja fecha em alta mas ganho é insuficiente para apagar perdas anteriores; milho avança apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.