Suspeitos de aplicar golpes por PIX são presos; carros são apreendidos

São Paulo – Dois homens investigados por crimes envolvendo golpes por PIX foram presos nesta quinta (9/9) em Sorocaba e Salto, no interior de São Paulo. Os suspeitos foram detidos por policiais da 6ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Facções Criminosas) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). 

A dupla foi indiciada por por associação criminosa. Além das prisões, foram apreendidos documentos, artigos de luxo e dois carros. 


0

Projeto para suspender o PIX

Considerando o aumento do número de crimes como esses, o deputado Campos Machado apresentou o Projeto de Lei nº583/2021, que prevê a suspensão do PIX no estado de São Paulo. O documento foi publicado no Diário Oficial em 4/9. A medida, se aprovada, vale até que o Banco Central crie mecanismos de segurança para evitar golpes e sequestros.

Na proposta apresentada, é reconhecido a comodidade que o PIX traz aos usuários. No entanto, o projeto alega que a rapidez também é um facilitador para sequestros-relâmpagos e outros crimes violentos.

“Em nome da segurança e da integridade física dos cidadãos, é que propomos o presente projeto de lei, suspendendo o mecanismo do PIX, no momento”, consta no texto do PL.

A proposta de Lei defende que o Banco Central desenvolva dispositivos para impedir que criminosos forcem vítimas a fazer transferências bancárias.

Críticas ao projeto

Um dos críticos ao projeto é o deputado Arthur do Val (Patriotas), conhecido por “Mamãe Falei” , nome do seu canal no YouTube. Em seu perfil no Twitter, o político censurou a iniciativa de Campos Machado.

“O projeto mostra claramente como os políticos brasileiros têm a mentalidade de matar o boi para não ter carrapato”, disse Arthur em entrevista ao Metrópoles.

O post Suspeitos de aplicar golpes por PIX são presos; carros são apreendidos apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.