Téo Higino, do Republicanos, é eleito prefeito de Campo Grande, AL

Por uma diferença de 9 votos, Téo venceu Cícero Pinheiro (MDB) em eleição suplementar neste domingo. Téo Higino, do Republicanos, foi eleito prefeito de Campo Grande, Agreste de Alagoas, neste domingo (12) em eleição suplementar do município. Ele teve 3.270 votos, o que corresponde a 49,83% dos votos válidos, contra 3.261 de Cícero Pinheiro (MDB), 49,70%.
Mais de 8 mil eleitores foram às urnas neste domingo para eleger o novo prefeito da cidade em quatro locais de votação e 27 seções eleitorais. O resultado foi divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE) por volta das 20h.
A votação começou às 7h e foi concluída às 17h. Os idosos, gestantes e pessoas com dificuldade de locomoção tiveram prioridade nas filas.
O novo pleito foi determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em dezembro de 2020 após o pleno indeferir o registro de candidatura de Arnaldo Higino (PP), prefeito reeleito no município, por improbidade administrativa.
Arnaldo Higino tinha recebido 51,40% para ser reeleito, mas foi condenado por ato doloso e teve a candidatura indeferida.
Auditoria das urnas eletrônicas
Durante a eleição suplementar houve auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas e de verificação de autenticidade e integridade dos sistemas nelas instalados.
Uma comissão formada por representantes do TRE-AL, do Ministério Público Federal (MPF-AL) e Ordem dos Advogados do Brasil seccional Alagoas (OAB/AL) acompanharam todos os trâmites da eleição.
Veja os vídeos mais recentes do G1 AL
Confira mais notícias da região no G1 AL
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.