Terceirizados na limpeza de hospitais públicos entram em greve no DF

Sem receber salários, 800 profissionais terceirizados contratados para manter a limpeza na rede pública de Saúde do Distrito Federal entraram em greve nesta segunda-feira (13/09). A paralisação afeta hospitais públicos e postos de vacinação contra Covid-19.

Segundo o Sindicato de Serviços Terceirizáveis (Sindiserviços-DF), os trabalhadores só voltarão aos postos após os pagamentos. O salário base dos profissionais é de R$ 1,1 mil, sem contar com eventuais adicionais de insalubridade.

“Esses atrasos estão virando um câncer. Nós não podemos ficar sempre com os salários atrasados”, desabafou a presidente do Sindiserviços, Maria Isabel Caetano dos Reis.

Conforme o Metrópoles noticiou, atrasos em pagamentos estão afetando os serviços de limpeza e vigilância em toda rede pública de Saúde.

Durante coletiva nesta segunda-feira (13/09), o secretário de Saúde, Manoel Luiz Narvaz Pafiadache, afirmou que os problemas envolvendo os contratos terceirizados serão resolvidos até quarta-feira (15/09).

O post Terceirizados na limpeza de hospitais públicos entram em greve no DF apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.