TJ-SP condena CPTM a indenizar passageiro agredido

Por considerar que a conduta extrapolou o parâmetro da normalidade para a contenção de passageiros, a 22ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou a CPTM e uma empresa de segurança a indenizar um homem que foi agredido por dois agentes em uma estação de trem.
Re…
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.