Trabalhadores de obra correm para não serem atingidos por redemoinho em Caldas Novas; vídeo


Apesar do susto, eles não se feriram. Fenômeno também foi registrado em Anicuns, onde altura do vento chamou atenção dos moradores; assista. Corretor de imóveis filma redemoinho de poeira em condomínio de Caldas Novas
Dois redemoinhos de poeira assustaram moradores em cidades de Goiás. Em Caldas Novas, no sul do estado, um vídeo mostra que trabalhadores de uma obra precisaram correr para não serem atingidos pelo fenômeno (assista acima). Já em Anicuns, no centro goiano, a altura do vento chamou atenção do motorista que o filmou (veja abaixo).
O caso de Caldas Novas aconteceu nesta quinta-feira (9), por volta de 13h25. Em Anicuns, o redemoinho foi registrado por volta do mesmo horário, mas na quarta-feira (8).
Vídeo registrou trabalhadores correndo após serem surpreendidos por redemoinho de poeira em Caldas Novas; eles não se feriram
Arquivo pessoal/Leonam Antunes
O corretor de imóveis Leonam Antunes filmou o fenômeno em Caldas Novas. Segundo ele, a ventania aconteceu em um condomínio que está sendo construído, que fica perto da GO-139. Ele contou que havia pelo menos três trabalhadores na hora do ocorrido.
“Eu estava lá e, como é um empreendimento novo que está sendo construído, eu estava lá olhando o trabalho. Tinha um rapaz que tentou esconder na frente de um caminhão. Foi a primeira vez que eu vejo de perto. Foi um susto”, disse.
Segundo Leonam, apesar do susto, nenhum dos trabalhadores se feriu. “Na hora, como eu estava distante, eu comecei a filmar. Foi muito forte e alto. Não tinha visto nada dessa proporção. Está todo mundo bem, foi só um susto mesmo”, contou.
Motorista filma redemoinho em Anicuns
O motorista de caminhão Diémerson da Silva filmou o fenômeno em uma fazenda de Anicuns (veja vídeo acima). Ele contou que estava junto a uma equipe trabalhando em uma colheita de cana quando o redemoinho se formou. Ele contou que não teve como não se assustar.
“Tinha muita poeira com o vento e se formou o fenômeno. Eu estava dentro do caminhão e ele veio. Na hora, a gente não deixa de assustar. É muito vento”, disse.
Motorista filma redemoinho de poeira em Anicuns
Arquivo pessoal/Diémerson da Silva
Redemoinhos
Gerente do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), André Amorim explicou que os fenômenos são comuns durante o inverno no estado, que é de tempo muito seco.
“A formação de redemoinho ocorre quando o solo se aquece em determinado ponto e o vento fraco vindo de uma direção se encontra com a corrente de ar quente acima do ponto que está muito aquecido. Esse vento tende a ganhar velocidade, girar e empurrar o ‘turbilhão de poeira’”, explicou.
Ainda de acordo com André, esses redemoinhos podem ter desde alguns centímetros até vários metros de altura. Em sua maioria, eles são breves e duram apenas alguns minutos.
“Quando são de maior intensidade podem levantar alguns objetos, mas não costumam arremessá-los com muita força. […] Podem levantar barracas, fogo”, observou.
LEIA TAMBÉM:
VÍDEO: Bombeiros são surpreendidos com redemoinho enquanto tentavam controlar incêndio em mata de Caldas Novas
VÍDEO: Morador filma redemoinho de poeira ‘gigante’ em Senador Canedo
ASSISTA: Vídeo registra momento exato em que redemoinho de poeira se forma em fazenda de Goianésia
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
VÍDEOS: últimas notícias de Goiás
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.