Vacinação contra Covid: 34% dos brasileiros estão imunizados; primeira dose foi aplicada em 137,8 milhões

Levantamento é feito junto a secretarias de Saúde dos estados. Somando a primeira, a segunda e a dose única, já são 210.626.017 doses aplicadas desde o começo da vacinação. Balanço da vacinação contra Covid-19 neste sábado (11) aponta que 137.832.335 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 64,61% da população brasileira.
Os brasileiros que completaram o esquema vacinal chegaram a 34,08% da população. São 72.705.622 pessoas que tomaram a segunda dose ou a dose única de vacinas.
Somando a primeira dose, a segunda, a única e a de reforço, são 210.626.017 doses aplicadas desde o começo da vacinação.
Os dados são do consórcio de veículos de imprensa divulgados às 20h deste sábado (11).
Mapa da vacinação contra a Covid-19
Balanço de casos e de mortes deste sábado
Média móvel de mortes no Brasil e nos estados
Mortes e casos por cidade
O levantamento é resultado de uma parceria do consórcio de veículos de imprensa, formado por G1, “O Globo”, “Extra”, “O Estado de S.Paulo”, “Folha de S.Paulo” e UOL. Os dados de vacinação passaram a ser acompanhados a partir de 21 de janeiro.
Total de vacinados, segundo os governos, e o percentual em relação à população do estado:
Quantas doses cada estado recebeu até 11 de setembro
AC: 953.833
AL: 3.839.336
AM: 4.804.140
AP: 897.050
BA: 17.595.718
CE: 10.062.800
DF: 3.521.306
ES: 4.923.450
GO: 8.228.730
MA: 6.448.451
MG: 26.019.234
MS: 3.420.390
MT: 3.993.366
PA: 9.521.800
PB: 4.331.590
PE: 10.979.190
PI: 3.085.180
PR: 13.926.052
RJ: 18.296.626
RN: 4.154.170
RO: 1.815.968
RR: 688.398
RS: 14.492.736
SC: 9.019.860
SE: 2.487.810
SP: 60.366.502
TO: 1.719.300
Total de doses: números divulgados pelos governos estaduais.
As informações sobre população prioritária e doses disponíveis são do Ministério da Saúde.
As estimativas populacionais são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Consórcio
O consórcio de veículos de imprensa foi formado em junho de 2020, em resposta a uma decisão do presidente Jair Bolsonaro de, na ocasião, restringir acesso a dados sobre a pandemia. Os boletins informam, atualmente, o número de pessoas mortas por coronavírus, a quantidade de contaminados e a média móvel, indicador segundo o qual é possível verificar em quais estados a pandemia do novo coronavírus está aumentando, diminuindo ou em estabilidade.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.