VÍDEO: bombeiros apagam princípio de incêndio em escada rolante da Rodoviária do Plano Piloto


Militares foram acionados na madrugada deste domingo (12) e encontraram fumaça na casa de máquinas de escada. Eles usaram espuma para resfriar área e evitar propagação do fogo. Ninguém se feriu. Bombeiros apagam princípio de incêndio em escada rolante da Rodoviária do Plano Piloto, DF
Um princípio de incêndio na casa de máquinas da escada rolante na Rodoviária do Plano Piloto, no Distrito Federal, assustou passageiros e mobilizou o Corpo de Bombeiros na madrugada deste domingo (12). Ao todo, 17 militares foram acionados (veja vídeo acima). Não houve feridos.
LEIA TAMBÉM:
PROBLEMAS RECORRENTES: Justiça dá 90 dias para governo ‘resolver’ problemas com escadas e elevadores da Rodoviária de Brasília
MANUTENÇÃO: Obras nas escadas rolantes da Rodoviária do Plano Piloto seguem paradas após determinação judicial
“A PMDF estava no local gerenciando a situação até a chegada de nossa equipe, que constatou a presença de fumaça na casa de máquinas, precisamente no mecanismo de força da escada rolante ascendente, do mezanino dando acesso ao Conjunto Nacional”, informou a corporação.
Bombeiros apagam princípio de incêndio em casa de máquinas de escada rolante da Rodoviária do Plano Piloto
Reprodução
Os bombeiros usaram espuma para evitar que a chamas se alastrassem. Foram 30 minutos de atuação. Em seguida, os militares fizeram o trabalho de rescaldo, para resfriar o ambiente e evitar reignição do fogo.
A perícia foi acionada para o local para analisar as causas do incidente.
O G1 entrou pediu informações ao GDF sobre o ocorrido e também sobre as manutenções feitas nas escadas rolantes e elevadores da rodoviária, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.
Bombeiros usam espuma para apagar princípio de incêndio na Rodoviária do Plano Piloto, no DF
Reprodução
Problemas recorrentes
Em agosto de 2019, o GDF chegou a afirmar que toda a estrutura de acessibilidade da Rodoviária do Plano Piloto já estaria funcionando em setembro daquele ano. Na época, o governo publicou que “investiu R$ 920.144,00 na reforma”. Contudo, não houve mudanças.
Em julho de 2018, um cadeirante precisou de ajuda para descer as escadas da rodoviária. A Polícia Militar precisou ajudar o homem a chegar na plataforma (veja no vídeo abaixo).
Cadeirante é carregado por policiais militares na Rodoviária do Plano
Decisão da Justiça
Em novembro de 2019, a Justiça deu 90 dias para GDF tomar providências para consertar estruturas. Porém, dois meses depois as obras nas escadas rolantes da Rodoviária do Plano Piloto continuavam paradas.
A decisão que determinou o conserto das estruturas atendeu a um pedido da seção do DF da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF). Segundo a entidade, a falta de manutenção dos equipamentos representa violação ao Estatuto da Pessoa com Deficiência, pois impede a acessibilidade a quem tem mobilidade reduzida.
Além do conserto das escadas e elevadores, a Justiça determinou na época que o GDF apresentasse a “documentação de instalação” da estrutura e um “projeto de reparação contínua” . A multa por o descumprimento é de R$ 5 mil.
Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.