VÍDEO mostra que conselheiros de Bolsonaro são corresponsáveis por crimes cometidos pela Prevent Senior na pandemia

Paolo Zanotto conversa com dono da Prevent Senior em live
Paolo Zanotto conversa com dono da Prevent Senior em live

O governo Bolsonaro é corresponsável pelo crime cometido pela Pevent Senior ao estabelecer tratamentos sem eficácia contra a covid. É o que mostra vídeos do jornalista Samuel Pancher, do portal Metrópoles.

As gravações revelam que o kit covid foi desenvolvido com acompanhamento do governo federal. Por meio do virologista Paolo Zanotto, um dos conselheiros de Bolsonaro durante a pandemia.

Nesta semana a CPI da Covid revelou que a rede de hospitais ocultou o número de mortes em um estudo com cloroquina.

Leia também:

1. Os pacientes viravam cobaias durante tratamento precoce

2. Médicos da Prevent Senior são chamados de “assassinos”

3. Gabinete paralelo discute importação de insumos da cloroquina

O vídeo traz conversa entre Zanotto e o diretor-executivo da Prevent, Pedro Batista.

Zanotto é o profissional da USP que aparece em uma reunião sugerindo a criação de um “Shadow Board” (gabinete das sombras) a Bolsonaro. Ele também faz uma série de restrições a vacinas.

A participação de Nise Yamaguchi e Luciano Azevedo

Na conversa, Zanotto cita dois colegas também apontados como integrantes do gabinete paralelo. Esse núcleo auxiliava Bolsonaro. É o mesmo que tentou mudar a bula da cloroquina: Nise Yamaguchi e Luciano Azevedo.

Os três são investigados pela CPI da Pandemia.

E foram citados por Arthur Weintraub, então assessor especial da Presidência, como os médicos de referência de Bolsonaro durante a pandemia.

Acompanhe:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.