• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

    AGÊNCIA JF | Social - Repositório

Bolsonaro transferiu R$ 660 mil para conta nos EUA por ‘temer’ governo Lula, dizem advogados

Em uma entrevista coletiva realizada em Brasília na noite desta segunda-feira (15), a defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) revelou que ele transferiu aproximadamente 135 mil dólares (cerca de R$ 660 mil) do Brasil para contas bancárias nos Estados Unidos. A justificativa dada foi o medo de possíveis erros na condução econômica do país por parte do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Bolsonaro transferiu dinheiro na conta por 'medo'

Conforme declarado pela defesa, a transferência dos valores foi realizada segundo as regulamentações do Banco Central. – Foto: YouTube/Reprodução/ND

“Ele acredita que o atual governo não vai conduzir efetivamente a economia. A melhor poupança seria tirar dinheiro do Brasil e levar para os EUA”, disse Marcelo Bessa, um dos advogados de Bolsonaro. A conta foi aberta em dezembro de 2022.

Conforme declarado pela defesa, a transferência dos valores foi realizada segundo as regulamentações do Banco Central.

“Foram obedecidos todos os marcos legais. A conta foi devidamente registrada e declarada no Banco Central. Ele mandou quase todos os recursos que tinha em poupança para os EUA”, completou Bessa.

Valores da conta não teriam sido movimentados

Ainda segundo informado pela defesa do ex-presidente, uma nova conta poupança foi aberta no Banco do Brasil nos Estados Unidos. Desde então, os valores nela depositados nunca foram movimentados, conforme a mesma fonte.

Os advogados de Bolsonaro convocaram uma coletiva de imprensa visando esclarecer os depósitos em dinheiro realizados pelo ex-ajudante de ordens da Presidência, Mauro Cid, à ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro. Cid encontra-se detido desde 3 de maio.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.